Embalado, Vasco luta para voltar à ponta contra o Inter

Apesar das perdas significativas, equipe carioca se mantém no grupo dos quatro primeiros

Leonardo Maia, Agência Estado

28 de julho de 2012 | 06h33

RIO - O Vasco está mostrando um poder de superação inesperado. Nas últimas semanas, o time sofreu perdas significativas. Rômulo, Diego Souza, Allan, Fagner, todos deixaram o clube em negociações internacionais. Mesmo assim, a equipe não perde o compasso e segue firme na luta pela liderança do Brasileiro, para onde tentará retornar neste sábado, 28, em confronto com o Internacional, em Porto Alegre, às 18h30.

Na realidade, o clube carioca alugou uma vaga no grupo dos quatro primeiros há um bom tempo. Desde o ano passado, os vascaínos estão no G4 há 37 rodadas consecutivas. Mesmo com o elenco enfraquecido, o Vasco está a apenas dois pontos do líder Atlético-MG, 31 a 29, e pode assumir o topo da tabela, uma vez que os mineiros jogam no domingo, em visita ao Rio para encarar o Fluminense.

Grande mérito deve ser creditado ao técnico Cristóvão Borges, que encontrou soluções dentro do próprio grupo para minimizar as ausências. Basta uma rápida olhada na escalação do time para constatar importantes mudanças. Mesmo assim, Borges, que nesta sexta não comandou o último treino devido a problemas particulares, é alvo da insatisfação da torcida vascaína.

O Vasco confia na boa fase de Alecsandro, que soma 8 gols nas 12 primeiras rodadas e já marcou 23 gols na temporada. Os desfalques da vez são Juninho Pernambucano e Nilton, suspensos. Jogam Felipe e Fellipe Bastos.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.