Evaristo SA/AFP
Evaristo SA/AFP

Emelec bate o Goiás nos pênaltis e pega o São Paulo na Sul-Americana

Equipe faz 1 a 0 no tempo normal, com gol de Erik, mas acaba derrotado no Serra Dourada por 6 a 5 nas penalidades máximas

Estadão Conteúdo

16 de outubro de 2014 | 00h28

O São Paulo vai ter que viajar até Guayaquil, no Equador, na próxima fase da Copa Sul-Americana. Nesta quarta-feira, o Goiás pecou nos pênaltis, perdeu para o Emelec por 6 a 5 depois de vitória por 1 a 0 no tempo regulamentar, e permitiu aos equatorianos avançarem às quartas de final da competição.

No tempo normal, a vitória foi garantida num golaço do garoto Erik, que recebeu em velocidade, cortou o zagueiro e bateu no ângulo, aos 19 minutos do primeiro tempo. Como no Equador o time da casa venceu por 1 a 0, a decisão foi para os pênaltis.

Na decisão, Mena perdeu para o Emelec, tentando cavadinha e acertando o travessão. Na cobrança seguinte, Bruno Mineiro parou no goleiro Dreer. Na sétima batida para o Goiás, Pedro Henrique também teve sua cobrança defendida pelo goleiro rival.

A Conmebol ainda vai divulgar a tabela, mas existe grandes chances de haver problemas de datas. Afinal, as partidas de ida (no caso, em Guayaquil) estão agendadas para 29 de outubro, mas o São Paulo joga dois dias antes, em uma segunda-feira, contra o Goiás, no Morumbi. A partida não pode acontecer no domingo (26) por conta da eleição, nem no sábado (25), porque o dia está reservado para Palmeiras x Corinthians. Também não pode acontecer na sexta porque o São Paulo joga quarta (22) diante da Chapecoense.

Existe a possibilidade de o São Paulo jogar em 30 de outubro (quinta) no Equador, mas para isso o Santos precisa avançar na Copa do Brasil. Afinal, com Palmeiras e Corinthians eliminados na competição nacional, a Rede Globo, detentora dos direitos de transmissão dos dois torneios, ficaria sem jogos para transmitir na quarta-feira à noite para São Paulo. A volta deverá ser em 5 de novembro, no Morumbi.

SEM CLÁSSICO

O Bahia perdeu a chance de fazer um lendário Ba-Vi nas quartas de final da Copa Sul-Americana. Nesta quarta-feira, perdeu de 2 a 0 do Universidad César Vallejo, no Peru, resultado que levou a decisão para os pênaltis.

Os peruanos desperdiçaram três cobranças, mas os baianos também erram nas tentativas seguintes. O jogo só foi decidido quando os goleiros foram bater. Salomón Libman fez o dele e defendeu o cobrado por Marcelo Lomba. Na quinta, o Vitória recebe o Atlético Nacional. Na Colômbia, o jogo foi 2 a 2.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.