Émerson cobra dívida da Portuguesa

O zagueiro Émerson, que não renovou seu empréstimo com o São Paulo, apresenta-se nesta quarta-feira em Jarinu para iniciar os treinos com a Portuguesa, mas não está ainda confirmado se estreará pela Lusa no Torneio Rio-São Paulo contra o São Caetano, dia 20. O jogador disse que tem dinheiro para receber do clube do Canindé e que não entrará em campo enquanto não resolver sua situação.Émerson explica: "Nunca tive má vontade na Portuguesa. Sempre ouvi do ex-presidente Amílcar Casado que o caixa estava baixo e fiquei quieto. Agora quero receber o que me devem." Visivelmente triste por não ter acertado seu reempréstimo para o São Paulo, Émerson alegou que pretende pelo menos manter a forma no Canindé na esperança de que ainda ocorra o acerto com o clube do Morumbi. "No São Paulo estava bem, fui até convocado para a seleção brasileira. A Portuguesa está montando o time agora e temo que demore para ficar entrosado."

Agencia Estado,

08 de janeiro de 2002 | 19h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.