Emerson e Diguinho são denunciados por contrabando

Os jogadores Emerson Sheik, do Corinthians, e Diguinho, do Fluminense, foram denunciados pela Justiça na última sexta-feira por contrabando e lavagem de dinheiro. Segundo informações do Ministério Público Federal (MFP), no Rio de Janeiro, os atletas compraram um veículo importado ilegalmente dos Estados Unidos.

AE, Agência Estado

27 de fevereiro de 2012 | 15h53

Os veículos BMW de Emerson e Diguinho foram apreendidos durante a Operação Black Ops, da Polícia Federal, em outubro do ano passado. Segundo o MPF, os jogadores não poderão sair do País sem avisar a Justiça Federal.

Desta forma, eles precisarão obter permissão da Justiça para acompanharem suas delegações nas próximas rodadas da fase de grupos da competição continental. No dia 14 de março, o Corinthians enfrentará o Cruz Azul, no México, pela terceira rodada do Grupo 6. Já o Fluminense viajará para a Argentina na próxima semana para o duelo com o Boca Juniors, no dia 7, pelo Grupo 4.

Em caso de condenação, a pena para ambos os crimes é de prisão, de no mínimo quatro anos, podendo chegar a 14 anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.