Emerson Leão cobra mais agressividade do Atlético-MG

A postura do Atlético-MG contra o Cruzeiro, quando atuou mais recuado, não agradou ao técnico Emerson Leão. Por isso, o treinador espera uma mudança de comportamento da equipe no duelo contra o Peñarol, nesta quarta-feira, na disputa do terceiro lugar do Torneio de Verão. "Teremos um time um pouco diferente e também esperamos um pouco mais agressivo pela nossa necessidade. Agressivo não significa descuidado atrás, então, é isso que vamos fazer, jogar nos preparando para o dia 25 [data de estreia no Campeonato Mineiro] porque a finalidade sempre foi essa", afirmou. O treinador justificou as saídas de Marcos, Renan, Rafael Miranda e Júnior do time titular. "Para não perder a ascensão no condicionamento físico, optamos por tirar alguns atletas que chegaram mais tarde ou estavam sem jogar há mais tempo, como os casos do Renan e do Júnior, porque precisamos condicionar esses atletas, o Tchô, o Marcos", analisou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.