Emerson Leão: 'Perdemos a vaga para um covarde'

Técnico do Santos critica futebol da equipe mexicana e ainda dispara contra a arbitragem

Redação,

23 de maio de 2008 | 00h38

O técnico Emerson Leão ficou indignado com a desclassificação do Santos para o América-MEX, na Copa Libertadores. Para o treinador, o time foi eliminado por um rival covarde.   Veja também:  Santos vence, mas é eliminado da Copa Libertadores  Bate-Pronto: Santos merecia ter se classificado    "Foi o covarde [o América] jogando como precisava. Um covarde que atuou inteligentemente", disse o treinador, que enalteceu o comportamento de seus jogadores, que saíram de campo aplaudidos.   Leão também detonou a arbitragem do uruguaio Jorge Larrionda. "Ele não quis dar o pênalti [sobre o Kléber Pereira, no segundo tempo] e ficou rindo. Ele achou divertido isso. Parabéns para ele."   "Queria que o árbitro fizesse isso contra o Boca Juniors, no La Bombonera. Mas não, ele vai fazer isso aqui. Somos uma mãe para ele", completou o treinador.   Sobre o Campeonato Brasileiro (o Santos volta a campo neste domingo, contra o Cruzeiro), Leão disse que ainda analisará o time. "Vamos ser cascudos e resistentes. Só isso."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.