Emerson Leão: 'Temos de ter atitude e falar menos'

Técnico santista fica irritado com a derrota para o Rio Preto e pede para atletas crescerem 10% em campo

Redação,

18 de fevereiro de 2008 | 10h15

O técnico Emerson Leão não gostou do comportamento dos jogadores do Santos na derrota para o Rio Preto, neste domingo, em São José do Rio Preto. O treinador acredita que o grupo entrou desatento e não demonstrou o mesmo empenho dos jogos contra São Paulo e Cúcuta/COL. Veja também: Classificação Calendário / Resultados Betão diz que a culpa pela derrota é dele Santos perde para o lanterna do Paulistão e se complica de vez "As coisas não estão acontecendo por vários motivos. O aproveitamento individual e coletivo não aparece", explica o técnico. "O time não se encontra. Joga uma partida razoável, mas depois se perde. Mas vamos tentar consertar isto." A derrota deixou o Santos na zona de rebaixamento do Paulistão. "Não dá para reclamar de nada", diz Leão. "Reclamação não muda nada. Temos de ter atitude, falar menos, procurar identificar os erros, tomar a iniciativa, procurar fazer uma equipe de conjunto. Está na hora de todo mundo crescer 10% e já seria uma grande coisa." "Depois do que jogamos contra o São Paulo, pensamos que íamos emendar, mas pelo jeito não", afirma o treinador. "O time não tem tranqüilidade, porque corre muito. Teremos que amargar isto por mais um tempo." Os jogadores do Santos retornam aos trabalhos nesta terça-feira. O próximo jogo no Campeonato Paulista será contra o Guarani, nesta quinta-feira, às 20h30, na Vila Belmiro.

Tudo o que sabemos sobre:
Santos FCEmerson Leão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.