Emerson: "Não vou nem sair da cama na véspera da estréia"

O volante Emerson disse neste sábado, antes do treino da tarde da seleção, que não vai se arriscar a treinar na véspera da estréia na Copa do Mundo, marcada para 13 de junho, em Berlim, contra a Croácia, para não repetir o problema de quatro anos atrás. Emerson foi cortado da Copa do Japão e da Coréia por causa de uma lesão no ombro sofrida durante o rachão disputado na véspera da estréia contra a Turquia, quando brincava de goleiro. "Já disse a Parreira que nem vou sair do hotel nem treinar. Não vou nem sequer sair da cama", brincou. Depois, falando mais sério, Emerson disse que não fez disso um trauma em sua vida e lembrou que em 1998 foi chamado às vésperas da Copa para o lugar do contundido Romário. "Isso pode acontecer com qualquer um." O jogador da Juventus admitiu ainda que está ansioso pelo jogo contra a Croácia. "Mesmo para jogadores experientes, a primeira partida sempre é especial, principalmente quando se representa a seleção mais vencedora. Queria jogar o quando antes", afirmou Emerson.

Agencia Estado,

27 Maio 2006 | 14h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.