Kamil Zihnioglu / AP Photo
Kamil Zihnioglu / AP Photo

Emery minimiza noitada de Neymar e admite interesse em Wendel, do Flu

Atacante foi um dos principais assuntos da coletiva na véspera da partida diante do Celtic, pela Liga dos Campeões

Estadão Conteúdo

21 de novembro de 2017 | 15h34

Na véspera do confronto diante do Celtic pela Liga dos Campeões, o técnico do Paris-Saint-Germain, Unai Emery, pouco respondeu sobre a partida na entrevista coletiva desta terça-feira, já na Escócia. Novamente, um dos principais assuntos foi o brasileiro Neymar e seu comportamento nas noites da capital francesa.

+ Neymar passa em branco, mas Cavani brilha e PSG goleia o Nantes

O craque do PSG foi flagrado na noite de sábado no show do rapper norte-americano Tyga e inclusive chegou a subir no palco com o cantor. Tudo isso, horas depois da goleada por 4 a 1 diante do Nantes, pelo Campeonato Francês. E justamente pelo fato ter acontecido durante o momento de folga de Neymar, Emery descartou qualquer insatisfação com seu comandado.

"Longe do futebol, ele pode se divertir com os seus amigos. É um jogador que tem suas responsabilidades, mas também é um jovem. Ele tem sido muito bom nos treinos. Como jovem, precisa estar com seus amigos. Ele estava conosco ontem, estará conosco amanhã, então está tudo bem", considerou Emery.

O treinador voltou a tratar com naturalidade sua relação com Neymar, apesar dos rumores da imprensa francesa sobre supostos entreveros entre eles. O jogador chegou a se emocionar durante sua última passagem com a seleção brasileira, ao desmentir qualquer problema de relacionamento com Emery.

E se garante que a relação com Neymar é das melhores, o treinador deve em breve ter outro brasileiro para comandar. Nesta terça, ele mesmo admitiu o interesse do PSG na contratação do volante Wendel, do Fluminense. De acordo com a imprensa francesa, o negócio já estaria certo para o fim do ano.

"Sobre este jogador, Wendel tem aquilo que o clube quer, coisas para o presente e para o futuro. Mas são assuntos que o clube está trabalhando. Falei com o Antero (Henrique, diretor esportivo) sobre isso, mas é um tema apenas do clube. Minha tarefa é fazer o time jogar na próxima partida", afirmou.

Wendel chegaria até para suprir a ausência do veterano Thiago Motta, que passou por artroscopia no joelho e continua afastado dos gramados. "O Thiago passou por uma artroscopia e vamos avaliar em que condições está o seu joelho. Espero que não seja tão grave e que ele possa voltar o mais rápido possível", disse Emery.

Mais conteúdo sobre:
Paris Saint-GermainNeymar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.