AFP
AFP

Emery quer vitória do Arsenal contra Sporting para manter liderança

Time inglês venceu todas as partidas pelo grupo E da Liga Europa

Estadão Conteúdo

07 Novembro 2018 | 16h58

O técnico Unai Emery destacou a importância de o Arsenal conseguir vencer o Sporting, às 18 horas desta quinta-feira, em casa, pela quarta rodada do Grupo E da Liga Europa, e garantir classificação para a próxima fase do torneio. Para o treinador espanhol, o time português é o maior rival na disputa pela primeira posição.

"Claro que nosso primeiro objetivo é terminar em primeiro no nosso grupo. Vai ser uma partida muito importante porque o Sporting está em segundo na tabela. Nós os respeitamos. É um time com ótimos jogadores e um clube com história, inclusive nesta competição. Estão disputando a primeira posição com a gente, mas queremos fazer uma grande partida com a nossa personalidade", disse Emery em coletiva de imprensa nesta quarta-feira.

O técnico afirmou que a conquista da Liga Europa é um dos objetivos do Arsenal na temporada. "Temos focos em dois caminhos. Um deles é nessa competição, conquistar o título e nos classificarmos para a próxima edição da Liga dos Campeões da Europa. O nosso segundo foco é no nosso trabalho, continuar melhorando. Acima de tudo, continuar com o espírito visto pelos nossos torcedores nas últimas partidas."

O Arsenal lidera o Grupo E da Liga Europa com nove pontos em três partidas disputadas, graças às vitórias sobre Sporting, Vorskla, da Ucrânia, e Qarabag, do Azerbaijão. O time português, se perder, vai ficar com seis pontos, seis a menos do que os ingleses, que terão vantagem no confronto direto e por isso não poderão ser ultrapassados pelo rival de Lisboa.

Para o duelo, Emery ainda não vai poder contar com jogadores vetados pelo departamento médico. "Neste momento, estamos lidando com atletas machucados, como o Konstantinos Mavropanos, que já está trabalhando com a gente, mas ainda não pode atuar. O Laurent Koscielny também, ele evolui a cada treinamento conosco. E quanto ao Nacho Monreal, estamos cautelosos para ele não repetir a lesão sofrida", afirmou o técnico espanhol.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.