Giuseppe Cacace/ AFP
Giuseppe Cacace/ AFP

Emirados Árabes são punidos após torcida jogar sapatos em atletas do Catar

Federação do país recebe multa por incidente durante a semifinal da última Copa da Ásia

Redação, Estadão Conteúdo

11 de março de 2019 | 11h34

País-sede da última edição da Copa da Ásia, os Emirados Árabes Unidos foram multados em US$ 150 mil (aproximadamente R$ 650 mil) por má conduta de seus torcedores durante a derrota nas semifinais de sua equipe nacional para a seleção do Catar, que depois se consagrou como campeã continental.

A Confederação Asiática de Futebol afirmou que os incidentes, na partida realizada em Abu Dabi, incluíram a realização de "sons insultuosos" durante a execução do Hino Nacional do Catar.

Os jogadores da seleção catariana também precisaram se esquivar de sapatos jogados por alguns espectadores após o segundo gol da goleada por 4 a 0, aplicada pela equipe no Estádio Mohammed bin Zayed.

O duelo, realizado em 29 de janeiro, foi carregado de tensão política, pois o Catar é alvo de boicote econômico dos Emirados Árabes Unidos e de outros vizinhos regionais. A Confederação Asiática de Futebol disse que os torcedores da seleção da casa também "brigaram entre si após o jogo", e um ainda invadiu o campo.

Além da multa, a entidade continental determinou que os Emirados Árabes Unidos disputam o primeiro jogo como mandante nas Eliminatórias da Copa da Ásia de 2023 sem a presença de torcida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.