Sergio Castro/AE
Sergio Castro/AE

Emocionado, atacante Fernandinho dedica gols à família

Atacante faz quatro gols em menos de 45 minutos diante do Monte Azul, em sua estreia pelo São Paulo

PAULO FAVERO, Agencia Estado

28 de fevereiro de 2010 | 21h02

O atacante Fernandinho caiu nas graças da torcida do São Paulo. Neste domingo, na sua estreia com a camisa do clube, ele fez quatro gols em apenas 45 minutos e colocou o time no G-4 do Campeonato Paulista.

Veja também:

link São Paulo atropela o Monte Azul em tarde de Fernandinho 

 

Ele entrou após o intervalo, no lugar de Henrique, numa substituição que já havia sido projetada pela comissão técnica. Após o primeiro gol, a torcida gritava "é Fernandinho". Mas após o último da goleada, os torcedores criaram um novo bordão: "Ê, ô, Fernandinho é o terror".

Durante a semana, o garoto viveu a ansiedade da estreia. Recuperado de uma cirurgia, contava os minutos para poder estrear no São Paulo. "O departamento médico do clube cuidou muito bem da minha cirurgia, com muito carinho. E agora, tendo uma estreia como essas, é demais. Só Deus pode fazer algo desse tipo", disse.

Após o apito final, Fernandinho se emocionou. Deu entrevistas e foi em direção à torcida. Beijou o escudo do São Paulo na camisa, mas logo deixou o campo para ir ao exame antidoping.

"Não consigo nem falar direito", afirmou, ao chegar para entrevistas. Quando foi perguntado sobre a importância de sua família, seus olhos encheram de lágrimas. "Vocês querem me fazer chorar. Minha mãe e esposa vieram me ver e acredito que elas estão muito felizes. Eu dedico esses gols a elas, meu irmão e minha irmã. E fica um pedacinho também para o meu sobrinho, que amo muito".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.