Epitácio Pessoa/AE
Epitácio Pessoa/AE

Emocionado, Elano promete ajudar nova geração do Santos

'Vou procurar passar o que aprendi, mas tenho certeza que vou aprender muito com eles', diz

AE, Agência Estado

05 de dezembro de 2010 | 16h53

SANTOS - Apresentado oficialmente neste domingo pelo Santos, o meia Elano se emocionou, saudou os torcedores que foram à Vila Belmiro assistir ao jogo contra o Flamengo e prometeu ajudar a jovem geração liderada por Neymar a conquistar títulos enquanto permanecer no clube paulista. Com 210 partidas disputadas e 52 gols marcados na sua primeira passagem, Elano assinou contrato por três anos com o Santos.

"Vou procurar passar o que aprendi no Santos e na seleção, mas tenho certeza que vou aprender muito com eles também. Hoje eles não são mais garotos. Já mostraram que têm qualidade de serem titulares no Santos e na seleção", afirmou Elano, de 29 anos, que faturou dois títulos do Campeonato Brasileiro na sua primeira passagem pelo Santos.

O meio-campista garante que não mudou seu estilo de jogo e disse estar empolgado por voltar a defender o clube.

"Tenho certeza que ninguém hoje está mais feliz que eu. É um momento único. A alegria de poder voltar para casa. Estou muito emocionado. Estou com muita vontade de jogar e encontrar o torcedor. Continuo o mesmo Elano. O que mudou é a idade, mas fisicamente sou o mesmo garoto, com a mesma vontade de vencer. Meu trabalho e dedicação serão sempre os mesmos", disse.

Elano evitou falar em obsessão pela conquista da Libertadores em 2011 pelo Santos, apesar de reconhecer que a competição será o principal objetivo do clube na próxima temporada.

"Espero fazer muito mais ainda nos próximos três anos do que já fiz nos outros quatro que estive aqui. O primeiro objetivo é o campeonato Paulista, a Libertadores vem depois. É lógico que a Libertadores é um sonho nosso e da torcida e consequentemente o Mundial. Mas primeiro temos que fazer uma boa preparação. Vamos nos dedicar nos treinamentos para que as vitórias aconteçam e fechemos com títulos", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.