Bruno Cantini/Divulgação
Bruno Cantini/Divulgação

Empate coloca Atlético-MG na final contra o Cruzeiro

Time alvinegro é o atual bicampeão do Campeonato Mineiro

Agência Estado

30 de março de 2014 | 20h52

BELO HORIZONTE - Se no Campeonato Paulista Santos e Ituano vão disputar o título, no Mineiro, assim como no Rio e em Porto Alegre, os dois times de maior torcida é que farão a decisão. Neste domingo, o Atlético-MG fez valer a vantagem adquirida na vitória por 4 a 1 na partida de ida, empatou em 1 a 1 com o América no Independência, e se garantiu para enfrentar o Cruzeiro em busca do tricampeonato.

No século, esta será a oitava final entre os dois gigantes do futebol mineiro. Em cinco deu Cruzeiro (que conquistou seis taças no período). O Atlético venceu duas decisões. Atual bicampeão, vai atrás do tri e do seu quinto título no século. A vantagem, porém, é do Cruzeiro, que joga a segunda partida em casa e será campeão com dois resultados iguais.

Com apenas quatro jogadores considerados titulares jogando desde o início, o Atlético saiu atrás do América. Carlos Renato foi lançado por Tchô, matou no braço e bateu no canto de Victor. Os jogadores atleticanos reclamaram muito, mas o árbitro validou o gol.

O lance deixou o jogo ainda mais quente, com um total de 10 cartões amarelos. O Atlético, que era mandante no Independência, só conseguiu empatar no começo do segundo tempo, com Neto Berola. Precisando de quatro gols, o América viu Carlos Renato e Obina serem expulsos. Com dois a menos, não havia mais nada para fazer. O Atlético também não queria cansar, pensando na Libertadores, e segurou o ritmo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.