Empate com muitos gols na Série A2

Bandeirante e Noroeste protagonizaram um grande jogo, repleto de alternativas e que terminou empatado em 4 a 4, neste domingo, em Birigüi. Mas o empate acabou sendo ruim para ambos porque eles só têm um ponto dentro do Grupo 4, após a segunda rodada da segunda fase do Campeonato Paulista da Série A-2. O problema é que os dois times tinham perdido na rodada anterior, respectivamente, para Mirassol e São Bento. Apenas os dois primeiros colocados de cada grupo, após seis jogos, vão garantir o acesso para a Série A-1 em 2006. O time de Bauru abriu boa vantagem no primeiro tempo com gols de Gilmar Fubá, aos 13 minutos, aproveitando de cabeça a falha do goleiro Rogério e, no minuto seguinte, com Luís Carlos, em outro vacilo da defesa. O time da casa, apoiado por sua torcida, diminuiu aos 40 minutos com Reginaldo, de pênalti. O próprio Reginaldo empatou aos dois minutos do segundo tempo. Quando se esperava a virada do Bandeirante, o Noroeste marcou dois gols, novamente, seguidos. Aos 12, com Gileno, e aos 13, com Jorge Henrique. O Bandeirante, porém, não desistiu e de novo buscou o empate, numa bonita reação. Reginaldo marcou seu terceiro gol aos 19 minutos, desta vez de falta, e Massaro empatou aos 29 minutos. O empate teve gosto de derrota para o Noroeste, que por duas vezes abriu ampla vantagem sobre seu adversário. O Bandeirante não perde em seu estádio, chamado de ?La Pedroneira? há um ano, mas parece distante de uma vaga na elite paulista. Os dois jogos do Grupo 3 foram realizados no sábado. O Juventus se isolou na liderança, com seis pontos, ao vencer o Araçatuba, por 1 a 0, na Rua Javari. O Comercial marcou seus três primeiros pontos ao vencer o Bragantino, por 2 a 0, no Estádio Palma Travassos, em Ribeirão Preto. Araçatuba e Comercial têm três pontos cada e o Bragantino é o lanterna sem nenhum.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.