Empate deixa Oswaldo de Oliveira eufórico

O técnico do Flamengo, Oswaldo de Oliveira, estava exultante com o empate, graças ao gol de Anderson aos 46 minutos do segundo tempo. Vibrou muito ainda em campo e não escondia o sentimento de alegria no vestiário. Porém, lembrou em alguns momentos de sua passagem pelo São Paulo - de onde foi demitido em maio - e disse que problemas de relacionamento com os atletas prejudicaram seu trabalho no clube paulista. "Alguns jogadores nem sempre foram parceiros e solidários comigo", afirmou Oswaldo, admitindo que foi muito "difícil" ter de enfrentar o ex-clube. "Situações assim são complicadas; mexem com a gente." O técnico acredita que faltou sorte ao Flamengo para vencer o jogo. "Mas fiquei feliz com o empate."

Agencia Estado,

27 de julho de 2003 | 20h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.