Empate do Brasil vira discussão na CPI

O empate da seleção brasileira em 1 a 1 com o Peru pelas eliminatórias sul-americanas, na quarta-feira , no Morumbi, foi o tema de abertura dos trabalhos da CPI do Futebol, nesta quinta-feira, no Senado Federal. Para o presidente da comissão, senador Álvaro Dias (PSDB-PR), a Seleção "que antes era motivo de orgulho de qualquer jogador, hoje tornou-se instrumento de fritura". Já o relator da CPI, senador Geraldo Althoff (PFL-SC), creditou à desorganização da CBF como "grande responsável pelos péssimos resultados da Seleção". Segundo Althoff enquanto não forem tomadas medidas legais para elaboração do calendário, "a seleção brasileira vai continuar decepcionando".Nos corredores do Congresso Nacional corre uma piada que sugere ao presidente da CBF, Ricardo Teixeira, trocar o placar eletrônico dos estádios pelo Painel de Votações do Senado, para que seja possível alterar o resultado no fim do jogo. A brincadeira é numa referência à violação do painel, durante a votação que cassou o mandato do senador Luiz Estevão (DF), em junho do ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.