Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Martin Rickett/AP
Martin Rickett/AP

Empate entre Manchester United e Swansea frustra objetivos de ambos no Inglês

Red Devils não conseguem ultrapassar o rival City e chegar à zona da Liga dos Campeões

Estadao Conteudo

30 de abril de 2017 | 10h22

O empate em 1 a 1 entre Manchester United e Swansea, neste domingo, em Old Trafford, pela 35ª rodada do Campeonato Inglês, foi frustrante para o objetivo de ambas as equipes na competição.

Os donos da casa, que chegaram aos 65 pontos, poderiam ter ultrapassado o Manchester City na tabela (os rivais têm 65, mas ainda jogam na rodada, contra o Middlesbrough) e alcançar a vaga para a Liga dos Campeões. Neste momento, o United estaria apenas garantido na Liga Europa. Já o Swansea, que briga contra o rebaixamento, tem agora 32 pontos e deixou de encostar no Hull City (34).

O jogo foi bastante equilibrado no primeiro tempo. As duas equipes tiveram boas chances de gol. O primeiro grande lance aconteceu aos 13 minutos e foi proporcionado pela equipe visitante, quando Fernando Llorente limpou o zagueiro e bateu, já da pequena área, para a defesa do goleiro De Gea.

Aos 29, o francês Martial fez grande jogada pela esquerda e chutou; Fabianski defendeu e Lingard quase pegou o rebote. Aos 31, Jordan Ayew pedalou na frente da defesa do United e arrematou, mas De Gea, com os pés, fez mais uma ótima defesa.

Aos 46 minutos, já nos acréscimos, um lance polêmico mudou a história do jogo. O árbitro Neil Swarbrick, enganado pelo atacante Rashford - que dobrou as pernas e simulou ter sido atingido numa saída do goleiro Fabianski -, marcou pênalti para o time da casa. Wayne Rooney bateu e abriu o placar.

Na volta para a etapa final, Rooney quase ampliou para os donos da casa, mas a bola bateu em um companheiro de equipe - o francês Martial - e foi para a linha de fundo. Mas o Swansea não se entregou e continuou buscando o ataque em Old Trafford.

E a pressão do Swansea surtiu efeito. Aos 33, o islandês Sigurdsson empatou a partida em uma bela cobrança de falta, sem deixar chances para o goleiro espanhol do United. A equipe de José Mourinho ainda tentou voltar a frente do placar. Aos 39, houve mais uma grande chance, quando Lingard cabeceou com perigo para a defesa do goleiro do Swansea. Mas, aos 46, Lloriente teve nos pés a oportunidade de virar o placar e furou na frente de De Gea.

Na próxima rodada, o Manchester United terá pela frente o clássico contra Arsenal (6º colocado na tabela), em Londres, domingo que vem. Antes, no entanto, encara o Celta de Vigo na quinta-feira, na Espanha, pelas semifinais da Liga Europa. Já o Swansea terá como adversário no próximo sábado o Everton, em casa, pelo Inglês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.