Lucas Uebel/Divulgação
Lucas Uebel/Divulgação

Empate foi fundamental na luta por vice, diz Luxemburgo

Resultado foi garantido por André Lima e Zé Roberto no Canindé; atuação do jogador de 38 anos foi elogiada pelo treinador

AE, Agência Estado

19 de novembro de 2012 | 10h17

SÃO PAULO - Mesmo atuando contra um adversário que briga para não ser rebaixado à Série B, o Grêmio comemorou o empate do último domingo, pela 36.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O 2 a 2 diante da Portuguesa manteve a equipe gaúcha um ponto à frente do Atlético-MG na briga pela segunda colocação do Campeonato Brasileiro, que garante uma vaga direta à fase de grupos da Libertadores do ano que vem.

"Dentro do que buscamos, esse empate foi fundamental para nossas aspirações na briga pela vice-liderança da competição. Foi uma viagem dura, após uma derrota nos acréscimos e uma eliminação. Então entramos em campo apáticos, dei uma mexida e conseguimos um grande resultado", declarou o técnico Vanderlei Luxemburgo, lembrando da eliminação gremista na Sul-Americana, diante do Millonarios, na Colômbia, semana passada.

Se o resultado agradou, ele só foi possível graças à grande atuação de Zé Roberto, autor de um belo gol, o segundo gremista, que definiu o empate. A atitude do jogador e seu vigor físico, mesmo aos 38 anos de idade, também foram elogiados por Luxemburgo.

"Fico impressionado com o Zé Roberto. É brincadeira! Dá gosto de ver um atleta desse nível, com essa responsabilidade profissional. Jogou na Colômbia, na altitude, tivemos uma viagem desgastante e mesmo assim ele decidiu no segundo tempo. Alguém tá dando algum chazinho da juventude para ele", brincou o treinador.

Outro jogador exaltado por ele foi André Lima, autor do primeiro gol gremista. O jogador tem aparecido em momentos importantes e Luxemburgo já cogita dar-lhe uma vaga de titular. "O André tem uma história dentro do clube, tem entrado bem. Vamos ver, vou dar uma folga para eles e depois vamos preparar bem para o jogo contra o Figueirense."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.