Empate heróico motiva os corintianos

O empate no último minuto de jogo teve ares de vitória para os jogadores corintianos. A conquista do primeiro ponto no Campeonato Brasileiro evidenciou a forte personalidade do time em campo. Mesmo em desvantagem no placar em praticamente todo o tempo da partida, soube criar as chances, principalmente nas bolas aéreas, iniciativas que se transformaram nos três gols do empate em 3 a 3, neste domingo, em Florianópolis, diante do Figueirense.O meio campo Fabrício resumiu a atuação do time à luta desprendida por cada jogador. "Tivemos muita personalidade. Foi com raça que lutamos até o fim e o resultado, pelas circunstâncias da partida, teve um gostinho de vitória", analisou.Briosa. Esta foi a característica que conseguiu definir a performance da equipe para o zagueiro César. Autor do gol de empate aos 49 minutos do segundo tempo, o jogador, que espera ser prestigiado pelo técnico Geninho, disse que quer alcançar o mais rápido possível seu ritmo de jogo, já que há meses estava parado. "Estou me sentindo bem e espero me firmar entre os titulares", acrescentou. Sobre o gol salvador, César disse que ele retratou a valentia do time. "Tomara que o Corinthians se mantenha sempre assim. Enquanto não soar o apito do árbitro, vamos partir para cima do adversário", disse.O primeiro ponto também foi comemorado pelo técnico Geninho. Ele comentou a irregularidade de alguns jogadores em campo sem citar nomes, salientando que posteriormente irá cobrar um pouco mais de aplicação, principalmente dos jogadores de defesa. "Na estréia do Campeonato jogamos sem quatro titulares e ainda perdemos o Vampeta. Hoje (domingo) já foram três ausências, mas o Campeonato é longo e este ponto, sem dúvida, será muito importante para nós lá na frente", analisou.O Corinthians segue nesta segunda para La Paz (Bolívia), onde na quarta-feira cumpre tabela diante do The Strongest pela Taça Libertadores da América. A capital boliviana fica a 3.600 metros acima do nível do mar. Para este jogo, Geninho deverá ter sua equipe formada pelos jogadores reservas. "Já estamos classificados em primeiro lugar no grupo e se a gente conseguir pelo menos um empate já será ótimo", destacou o meia Fabinho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.