Empate justo para São Caetano e Paraná

São Caetano e Paraná empataram por 1 a 1, nesta quarta-feira à noite, no Estádio Anacleto Campanella, no ABC, na abertura da 13.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado foi justo pela valentia do time visitante, que demonstrou personalidade para se defender, enquanto o time da casa, outra vez, foi ineficiente no ataque. O resultado deixou o São Caetano com 21 pontos, dois a mais do que o Paraná. Só a pequena torcida presente não gostou do resultado, pois esperava mais.O jogo começou equilibrado, embora cada time tenha adotado um esquema tático diferente. O São Caetano optou pelo 4-4-2, enquanto o Paraná preferiu o 3-5-2, mas ficou longe de apenas se defender. Ambos tiveram poucas chances de gol, mas quem saiu na frente foi o time paulista com uma jogada individual do veterano Edílson, de 34 anos. Ele recebeu passe de Fábio Pinto, driblou o zagueiro Rafael Marques e bateu de perna esquerda, quase sem ângulo.No intervalo, o atacante não escondia a felicidade por ter marcado seu primeiro gol. E não se queixou de ter que ajudar o meio campo. "Foi bom marcar este gol. Estou feliz como em tantos gols que marquei no Brasileiro em outros times (Palmeiras, Corinthians, Flamengo, Cruzeiro e Vitória). O velhinho ainda está bem", disse, sorrindo.Mas a alegria durou pouco porque logo no início do segundo tempo, o Paraná empatou numa perfeita cobrança de falta de Neto. Na frente da grande área ele encobriu a barreira, colando a bola longe do alcance do goleiro Sílvio Luís, que se esticou todo, mas sem sucesso. O time paranaense se mostrava um visitante indesejado e muito valente. Tanta disposição que uma discussão entre dois companheiros, Thiago Neves e Borges, quase acabou em agressão mútua, aos 20 minutos.Na tentativa de ganhar força ofensiva, o técnico Estevam Soares colocou Márcio Richards, aos 29 minutos, e tirou Paulo Miranda, que tinha entrado no lugar de Fábio Pinto. O São Caetano apertou, mas só tinha como opção o jogo aéreo. Ou então as cobranças de escanteios, a ponto de ter quatro chances consecutivas. A garra do Paraná não permitiu a vitória do São Caetano. Melhor assim, porque ficou mais justo.No final de semana, o São Caetano enfrenta o São Paulo, sábado, no Morumbi. O Paraná, no mesmo dia, terá pela frente um rival: o Atlético Paranaense.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.