Empate melhora o astral no Guarani

Ainda não foi uma exibição de gala, mas com um resultado importante. É esta conclusão que chegou o técnico Joel Santana na volta a Campinas depois do empate de 1 a 1 com o América, quarta-feira, em Belo Horizonte, pela segunda fase da Copa do Brasil. A vaga para a próxima fase será decidida, agora, no Brinco de Ouro, dia 24. O técnico lembrou ainda sobre a má fase do time, mas lembrou do importante resultado conquistado fora de casa. "A fase ruim está incomodando, mas já estamos crescendo", afirmou. Um dos jogadores mais animados é Viola que parece, finalmente, estar atingindo sua melhor fase. Ele foi o autor do gol do Guarani, o time atuou a maior parte do jogo com um jogador a menos (o volante Loscri foi expulso aos 17 minutos do primeiro tempo). "O time está chegando num ponto muito bom e só tende a melhorar", diz o atacante, que marcou três gols em nove jogos. O lateral-esquerdo Patrick lembrou a má campanha do time no Paulista e acredita que o time poderá ter um melhor rendimento na Copa do Brasil. "Não fomos bem no Paulista, mas temos a Copa do Brasil pela frente. Nosso pensamento é virar a página do Paulista e prosseguir nesta competição", comentou o animado lateral. A determinação do grupo foi outro ponto ressaltado pelo goleiro Jean. O time campineiro se classifica à próxima fase com um empate sem gols na partida de volta. Se o Guarani vencer, na próxima fase pega o vencedor do confronto entre Santo André e Atlético-MG, que disputam a primeira partida na próxima quarta-feira, em Santo André. Para o jogo de volta em Campinas, o argentino Loscri é desfalque certo. Ele foi expulso e terá que cumprir suspensão automática. Em seu lugar, deve entrar Reinaldo, uma vez que Sidney continua se recuperando de uma inflamação nos pulmões. O elenco ganhou folga até esta sexta-feira à tarde.

Agencia Estado,

18 de março de 2004 | 18h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.