Empresa irá administra futebol da Lusa

A Portuguesa assinou nesta sexta-feira contrato com a Ability Sports Management, do Rio, para terceirização do seu departamento de futebol profissional. Pelo acordo, a empresa bancará os contratos (salários e outras despesas) dos jogadores e da comissão técnica nas disputas do Campeonato Paulista da Série A-1 e no Brasileiro da Série B de 2004. "Queremos ter uma equipe competitiva, capaz de disputar títulos", justificou o presidente da Lusa, Joaquim Alves Heleno.O contrato prevê que a Ability trará para o Canindé pelo menos três jogadores "de alto nível", garantiu Joaquim Alves Heleno. "Há muito tempo nossa torcida está triste, pois não tínhamos condições de montar bons times. É a chance de resgatarmos nossa dignidade", disse o presidente, que preservou as categorias de base do clube. "Elas são nossa mina de ouro e continuam sob nossa administração." Com a terceirização do futebol da Portuguesa, o elenco que disputou a Série B deste ano fica praticamente desfeito. Só serão aproveitados os jogadores formados no Canindé, casos do goleiro Fava, dos zagueiros César e Evaldo, dos meias Bruno, Rodrigo Costa e Nenê, e do atacante Danilo, entre outros. Joaquim Alves Heleno, no entanto, não descarta o aproveitamento de atletas como o meia Sérgio Manoel, o volante Capitão e o atacante Müller, que são considerados pelo técnico Heriberto como "espinha dorsal" do time. "Eles podem continuar no clube, mas tudo dependerá das reuniões que faremos nas próximas semanas", revelou o presidente.Entretanto, nem a permanência de Heriberto está assegurada. Apesar do treinador ter contrato até junho, a Ability poderá trazer um outro nome para comandar o time. Os detalhes do contrato serão oficialmente divulgados na próxima segunda-feira, no Canindé.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.