Jean-François Monier/AFP
Jean-François Monier/AFP

Empresário ameaça tirar Verratti do PSG após notícia de balada 

L'Équipe publicou que volante esteve em festa na véspera do jogo contra o Barcelona

O Estado de S.Paulo

13 de março de 2017 | 10h36

A eliminação inacreditável do Paris Saint-Germain para o Barcelona na Liga dos Campeões continua provocando estragos. O empresário do volante Marco Verratti, Donato Di Campli, ameaça levar o seu jogador para outra equipe. O motivo é uma matéria publicada pelo L'Équipe, que divulgou que o jogador participou de uma balada na véspera da derrota por 6 a 1 no Camp Nou. 

"A imprensa francesa deveria beijar os pés de Verratti e agradecê-lo por jogar no PSG. Marco tem contrato até 2021 e o presidente já manifestou o desejo de montar uma grande equipe, mas também é verdade que meu telefone não para de tocar", afirmou Di Campli.

Coincidentemente, o principal interessado em contratá-lo é o Barcelona. Segundo o L'Équipe, Verratti teria participado de uma festa de lançamento de uma linha de artigos da Puma ao lado do também volante Matuidi, na véspera do jogo. 

Di Campli promete processar o veículo. "O que escreveram é uma absoluta loucura, pura invenção. Pedimos uma retificação, mas não chegou. Vamos entrar com uma ação judicial para pedir uma indenização por danos à sua imagem e que seja restabelecida a verdade", afirmou o empresário.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolParis Saint-Germain

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.