Empresário americano passa a ter 20,5% do Arsenal

Stan Kroenke pagou cerca de R$ 140 milhões pela transação e continua na disputa pela liderança do clube

AE-AP, Agencia Estado

30 de março de 2009 | 09h37

O empresário norte-americano Stan Kroenke anunciou nesta segunda-feira ter adquirido um novo lote de ações do Arsenal, e agora detém 20,5% da propriedade do clube. A transação custou 42 milhões de libras (cerca de R$ 140 milhões), valor pago ao diretor Daniel Fiszman, que vendeu um terço das ações que possuía.

"Vou continuar a trabalhar com meus colegas de direção para manter o clube trabalhando de forma autossustentável", afirmou o empresário, que já tem um time de futebol em seu país, o Colorado Rapids, além de ser sócio do Denver Nuggets, da NBA, e do Colorado Avalanche, da NHL, liga de hóquei.

Com a aquisição, Kroenke se aproximou do russo Alister Usmanov, que detém cerca de 25% das ações. Há uma queda de braço na disputa pelo controle do clube, o único entre os grandes ingleses que ainda não está totalmente nas mãos de estrangeiros - Fiszman continua com 16,1% das ações, e uma porção parecida, de 159%, está nas mãos de Nina Bracewell-Smith, que deixou a diretoria em dezembro e faz parte de uma família de tradicionais dirigentes do clube.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.