Eduardo Nicolau/Estadão
Eduardo Nicolau/Estadão

Empresário de Neymar rechaça declarações de Pelé

Agente de Neymar, Wagner Ribeiro, ficou inconformado com as críticas do Rei à Joia santista

Flavia Alemi, O Estado de S. Paulo

20 de fevereiro de 2013 | 15h56

SÃO PAULO - As declarações de Pelé sobre Neymar, publicadas no Estado desta quarta-feira, em reportagem exclusiva, foram recebidas com desdém pelo empresário do atacante santista, Wagner Ribeiro. Pelé criticou o craque santista, dizendo que ele tem se preocupado demais com vaidades pessoais, como mudança do corte e da cor dos cabelos, e tem deixado o futebol de lado. Também disse que Neymar perde muito tempo do jogo cobrando faltas sem importância e que ele deveria estar na entrada da área para usar sua habilidade. Para Pelé, Neymar é um jogador comum na seleção brasileira, embora todos esperem que ele resolva os problemas do Brasil. Inconformado com as críticas, Wagner Ribeiro disparou contra o Rei.

"Se o Pelé jogasse hoje, ele seria inferior ao Neymar, porque na época dele os zagueiros eram todos lentos e a condição física era diferente. Por isso ele foi o Pelé. Hoje, os zagueiros 'voam' e o Neymar ainda consegue ser um dos melhores do mundo”, disse. Por meio de sua assessoria de imprensa, Neymar disse que não pretende se manifestar sobre o assunto, nem entrar em rota de conflito com Pelé.

Wagner Ribeiro disse que Pelé não deveria se preocupar tanto com Neymar. Enfurecido, Ribeiro tocou em assuntos particulares de Pelé e disse que o Rei não deve "se meter na vida pessoal de ninguém, já que a dele é uma bagunça". O empresário citou como exemplo o caso dos netos não reconhecidos da filha Sandra Regina, já morta. "Ele deveria se preocupar em cuidar dos netos dele, Gabriel e Octávio, filhos da Sandra e que trabalham comigo, em vez de falar da vida do Neymar. Ele nunca deu carinho aos meninos. Isso é ciúmes, ele deveria cuidar da família dele."

O volante Arouca, companheiro de Neymar do Santos, também discordou do Rei. "É difícil entrar nesse conflito, o Rei tem sua opinião como cada um tem a sua. É difícil mudar a característica de um jogador. O Neymar sempre jogou assim, foi para cima como o Muricy (Ramalho) pede. Ele melhorou muito desde que chegou ao profissional. Sempre que criticado, ele dá a volta por cima e ajuda o Santos, demonstrando que é um craque."

Não é só Pelé que anda insatisfeito com o desempenho de Neymar. O atacante foi duramente condenado após o amistoso da seleção brasileira contra a Inglaterra, quando a expectativa geral era de que ele mostrasse seu talento, mas decepcionou e teve atuação bastante apagada. Naquela oportunidade, o jornal britânico Daily Mail publicou uma crítica, em sua versão web, sobre o jogo, ironizando a atuação do craque brasileiro. “Ele é avaliado em 50 milhões de libras e é o jogador de futebol mais assediado do mundo, mesmo assim Cahill o colocou no bolso. Neymar é inútil!”

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPeléNeymarWagner Ribeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.