Empresário detido iria a Interlagos

A prisão de Nagib, acusado de manipular resultados de futebol, não estragou o final de semana da família Fayad, que foi ao Autódromo de Interlagos, neste sábado, acompanhar os treinos do Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1, e promete acompanhar a prova neste domingo. Já, Nagib, que se preparava para ir a Interlagos quando foi preso, terá que assistir à corrida pela televisão.Nagib é oriundo de uma família de classe média de Piracicaba (SP). Ao lado dos irmãos Georges Fayad Filho e Ibrahim Luís Fayad, controla bingos na cidade natal e em São Paulo, uma casa noturna na Capital, além de manter negócios em algumas cidades do interior e trabalhar com a industrialização de pescado no Nordeste. Os três têm residência fixa na cidade do interior, onde Nagib é conhecido por ser praticante de kart. Ele tem na Justiça um processo contra a Federação Paulista de Automobilismo por uma disputa esportiva, mas não responde a nenhum processo criminal, como já fizeram seus irmãos nas Comarcas de Piracicaba, Indaiatuba e Campinas - alguns deles são por controle de jogo do bicho. Ibrahim, por exemplo, ainda responde a quatro processos em Piracicaba.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.