Andres Kudacki/AP
Andres Kudacki/AP

Empresário mais rico da China compra 20% do Atlético de Madrid

Magnata Wang Jianlin deve pagar R$ 137 milhões para adquirir parte das ações do clube e montar escolas de futebol na Ásia

O Estado de S. Paulo

19 de janeiro de 2015 | 12h24

O Atlético de Madrid deve confirmar na próxima quarta-feira a venda de 20% das suas ações para o empresário Wang Jianlin, o homem mais rico da China. O magnata, cuja fortuna é estimada em R$ 76 bilhões, deve deve investir até R$ 137 milhões em operação feita pelo grupo Wanda, que fará os demais acionistas do clube da capital espanhola diminuírem a sua participação.

Segundo o jornal espanhol El País a operação de compra já é negociada há alguns meses e nesta semana dois acionistas do Atlético de Madrid viajaram à Pequim para firma a ampliação de capital que permitirá a entrada de Jianlin como acionário. O grupo Wanda já tem trabalhado com as categorias de base de diversos times espanhóis, como Valencia e Villarreal, parceria que tem permitido a entrada de jogadores chineses nessas equipes.

Com o acordo a ser oficializado, o Atlético de Madrid vai abrir novas escolas de futebol na China para permitir que jogadores asiáticos tenham em seu continente a continuação de metodologia ensinada na Espanha. Também integram o acordo a promoção de ações com patrocinadores para possibilitar uma excursão do time pela China. A ampliação do capital será anunciada na próxima quinta-feira durante reunião da Junta Extraordinária.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.