Empresário recua e diz que Nilmar deve ficar no Corinthians

Depois de repetir sucessivas vezes que Nilmar não iria mais defender o Corinthians, o empresário do atacante, Orlando da Hora, começou a contradizer-se e declarou nesta sexta-feira que o jogador deverá seguir no Parque São Jorge nesta temporada."Conversei com o Renato Duprat (representante da MSI) e o Edvar Simões (diretor de Futebol) e as coisas estão caminhando bem", disse Da Hora. Ele chegou a declarar que o camisa 10 só se reapresentou no início da semana para cumprir uma ordem judicial. "O Corinthians tratou muito bem do Nilmar durante a recuperação dele", acrescentou.Nilmar, que não atua desde atua desde julho de 2006 por causa de uma operação no cirurgia no joelho direito, está com o restante dos jogadores do Corinthians na cidade em Jarinu, local escolhido para a realização da pré-temporada. "Sentamos com o Corinthians e a coisa tende a tomar um rumo de conciliação. Depois de oito meses, as coisas estão bem mais claras", disse o empresário. O motivo da briga é a confusão envolvendo a contratação em definitivo do atacante pelo Corinthians e seu parceiro, o MSI. Em julho do ano passado, a empresa anunciou a compra de Nilmar por 10 milhões de euros (cerca de 28 milhões de reais), pagando 2 milhões no ato. O restante foi dividido e não pago. O caso será decidido no próximo dia 10 após parecer da Fifa.Procurado pelos rivais Santos e São Paulo para a disputa da Libertadores da América, Da Hora revelou que apenas o Flamengo pode sonhar em contar com o atleta. "Se ele não ficar no Corinthians, ele tem 99% de chances de ir para o Flamengo. Tudo ainda não foi acertado porque o jogador não quer mostrar má índole. Das propostas que o Nilmar teve, a que mais se aproximou foi a do Santos, mas ele dá preferência ao Flamengo porque não é rival direto do Corinthians."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.