Emprestado, Lucas Piazón esperar voltar ao Chelsea

Lucas Piazón deixou o São Paulo ainda aos 17 anos, como grande promessa, para se transferir ao Chelsea em 2011. Em pouco mais de dois anos sob contrato com o time inglês, o jovem de agora 19 anos teve poucas oportunidades e, para ganhar experiência, foi emprestado ao Málaga na última temporada. Quando achava que seria aproveitado no clube londrino, acabou novamente emprestado na última janela de transferência, desta vez para o Vitesse, da Holanda.

AE, Agência Estado

20 Setembro 2013 | 16h33

Mas o meia brasileiro não desanima e prega paciência para um dia ter chances com a camisa do Chelsea. "É difícil, né? Você sempre quer estar jogando. Eu fui contratado há dois anos e obviamente quero jogar (no Chelsea), mas eu sei que preciso encontrar minha própria maneira", disse, em entrevista ao site da Fifa.

Apesar de não estar no elenco do Chelsea, Piazón é monitorado de perto pelo clube, que ainda tem no brasileiro uma esperança para o futuro. "As coisas estão acontecendo e eu preciso continuar me desenvolvendo. Os dirigentes mantêm contato sempre. Eles conversam com minha família e estão monitorando todo o processo", disse o jogador.

Mesmo em um clube sem grande expressão na Europa, como o Vitesse, Piazón se diz feliz e garantiu que está bem adaptado ao estilo de jogo do futebol holandês. "O estilo holandês encaixa bem no meu jogo. É um pouco como o futebol espanhol, o que é bom para jogadores brasileiros."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.