Filipe Araujo/AE
Filipe Araujo/AE

Encontro de São Paulo e Muricy terá gratidão e disputa

'Profissionalmente falando, ele me ajudou muito, mas agora estará do lado adversário', afirma o volante Jean

AE, Agencia Estado

26 de agosto de 2009 | 21h12

O técnico Muricy Ramalho faz neste domingo seu primeiro confronto contra o São Paulo desde que saiu da equipe, onde permaneceu por mais de três anos e sagrou-se tricampeão brasileiro. O encontro promete ser de emoções opostas, sobretudo para os jogadores do Morumbi. Embora reconheça a importância do treinador do Palmeiras, Jean assegura que a gratidão deve ficar fora de campo.    

 

Veja também:

linkHeber Roberto Lopes apita clássico São Paulo x Palmeiras

linkPalmeiras não bate São Paulo no Morumbi desde 2002

linkHernanes diz que clássico será decidido no meio

linkLenny retorna aos trabalhos físicos no Palmeiras

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"É um novo momento e uma situação normal no futebol. Profissionalmente falando, ele me ajudou muito, mas agora estará do lado adversário e a gratidão ficará fora do campo", garantiu o volante, alçado à equipe profissional por Muricy Ramalho.

Seguindo a mesma linha, o meia Jorge Wagner elogiou a passagem do treinador pelo São Paulo, mas afirmou que a história agora é outra. "Foi um grande treinador, ele é uma pessoa de caráter e é bom termos isso no futebol. Aqui no São Paulo aprendemos muito com ele, mas agora a situação é diferente e cada um quer fazer o melhor para o seu time", opinou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.