JB Neto/Estadão
JB Neto/Estadão

Encostado, Cortez é emprestado por 2 anos a clube japonês

Lateral não vem sendo aproveitado no São Paulo e fecha com o Albirex Niigata após passagens apagadas por Benfica e Criciúma

Estadão Conteúdo

20 de janeiro de 2015 | 13h42

O lateral-esquerdo Cortez, que estava encostado no São Paulo, foi emprestado por dois anos ao Albirex Niigata, time japonês que oficializou nesta terça-feira a contratação do jogador. Além de deixar a equipe brasileira, a atleta ainda estendeu o seu vínculo com o clube do Morumbi até junho de 2017 e já treinou com os seus novos companheiros no Japão.

Cortez será oficialmente apresentado como reforço nesta quarta-feira e acredita que poderá traçar uma trajetória de sucesso no futebol do Japão, onde o seu novo time nunca se sagrou campeão nacional - foi 12º colocado da última edição do Campeonato Japonês.

"Estou muito feliz e motivado com essa oportunidade de jogar no Albirex Niigata. Os japoneses gostam do nosso estilo de jogo, do carisma que nós temos, então acredito que tenho tudo para dar certo no futebol do país. Pretendo aproveitar ao máximo essa chance e entrar no seleto grupo de brasileiros que fizeram sucesso no Japão", disse o jogador, por meio de declarações distribuídas nesta terça por sua assessoria.

"Como o campeonato só começa em março, terei o tempo necessário para me adaptar. A negociação para minha transferência foi longa, mas a boa vontade de todas as partes envolvidas foi decisiva para que tudo desse certo", completou Cortez, que no Albirex Niigata atuará ao lado dos brasileiros Léo Silva, ex-Ipatinga e Botafogo, e Rafael Silva, ex-Coritiba.

Antes de perder espaço no São Paulo, Cortez foi contratado pelo clube por R$ 7 milhões em 2012, depois de ter se destacado com a camisa do Botafogo, que chegou a manifestar interesse em contar novamente com o jogador nesta temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.