Arquivo/AE
Arquivo/AE

Encostado, Kleberson deixa o Fla e acerta retorno para o Atlético-PR

Campeão Brasileiro em 2001 pelo Atlético-PR, volante havia deixado a Arena da Baixada em 2003

AE, Agência Estado

10 de fevereiro de 2011 | 19h03

RIO - Colocado na lista de dispensa do Flamengo por Vanderlei Luxemburgo, o volante Kleberson é o novo reforço do Atlético-PR para o restante da temporada. A transferência - por empréstimo até o final do ano - foi confirmada pelo site do clube paranaense, que estampava em destaque: "Kleberson, ele voltou!".

Campeão Brasileiro em 2001 pelo Atlético-PR, Kleberson havia deixado a Arena da Baixada em 2003, já pentacampeão mundial com a seleção brasileira, para jogar pelo Manchester United. De lá seguiu para o Besiktas, em 2007. Ficou pouco na Turquia e logo voltou ao Brasil, para defender o Flamengo.

Alterando boas apresentações com períodos amargando o banco de reservas do Flamengo, mesmo assim foi convocado por Dunga para a disputa da Copa do Mundo do ano passado. Na reserva na África do Sul, atuou poucos minutos contra o Chile, apenas.

O meio-campista mostrou-se feliz com o retorno à Arena da Baixada. "O sentimento é de felicidade total por estar de volta ao Atlético-PR após sete anos. Entre as diversas conquistas que tive em minha carreira, com certeza esse retorno é um dos momentos marcantes, com a possibilidade de rever os torcedores do Atlético, a Baixada, vestir de novo essa camisa que tantas boas lembranças me traz", disse Kleberson, que chega ainda nesta quinta-feira a Curitiba e deve realizar exames médicos na sexta-feira.

O jogador promete voltar ao Atlético-PR como um jogador mais completo: "O torcedor vai ver um Kleberson mais experiente, mais rodado, mais maduro e até mesmo com mais disposição. Volto ao clube para conquistar títulos. Em 2001 tive uma grande alegria ao ser campeão brasileiro pelo Atlético e agora retorno para, quem sabe, poder reviver essa alegria".

Veja também:

Luxemburgo mantém esquema 3-5-2 no Flamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.