Divulgação/EC Bahia
Divulgação/EC Bahia

Encostado no Bahia, Chicão rescinde contrato e fica livre

Zagueiro de 34 anos tem passagem por Flamengo e Corinthians

Estadão Conteúdo

15 de junho de 2015 | 18h50

Durou apenas seis um semestre a passagem de Chicão pelo Bahia. Capitão do Corinthians no título mundial de clubes de 2012, o defensor chegou a um acordo amigável com a diretoria tricolor e rescindiu seu contrato, que iria até o fim do ano. O defensor, agora, está no mercado a procura de um novo clube.

"Não deixo o time da maneira como gostaria, pois queria marcar o meu nome na história do clube, como fiz em todos os outros que atuei. Enquanto estive em campo, tentei fazer o máximo. E, até fora, não deixei de ajudar, transmitindo a minha experiência para o grupo e tentando contribuir mesmo sem jogar", escreveu Chicão, em comunicado.

O defensor, de 34 anos, foi contratado para ser o líder do elenco tricolor na temporada mas pouco jogou. Ele até começou o ano como titular, mas em março já era reserva. Depois, foi perdendo espaço a ponto de não ter sido relacionado para nenhum jogo da Série B do Brasileirão até agora.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.