Divulgação
Divulgação

Enderson elogia Grêmio, mas critica desatenção no fim contra o Juventude

Técnico lamenta queda de rendimento nos minutos finais dos 3 a 0, pelo Campeonato Gaúcho

Agência Estado

24 de março de 2014 | 09h17

PORTO ALEGRE - O Grêmio venceu o Juventude com tranquilidade, por 3 a 0, e garantiu sua vaga nas semifinais do Campeonato Gaúcho. Mesmo assim, o técnico Enderson Moreira reclamou da queda de rendimento da equipe nos últimos 15 minutos do jogo.

"Gostei muito da partida. Nos primeiros 30 minutos, jogamos com muita qualidade, boa intensidade. Tivemos um jogo dos mais difíceis na quarta. Não entramos realizados. No final do primeiro tempo cedemos um pouco de espaço para o Juventude, mesmo assim sem muito perigo de gol, mas perdemos um pouco o controle", avaliou.

"No segundo tempo o jogo foi mais aberto. Nos últimos 15 minutos, com o placar já definido, acho que deu o time uma desconcentrada, natural para uma equipe que faz jogos extremamente decisivos", reclamou o treinador. "Vamos chamar a atenção, mas tenho que enaltecer o grande trabalho que a equipe tem feito".

Enderson minimizou a desatenção e atribuiu a queda no final à sequência de jogos do Grêmio no Estadual e na Copa Libertadores. "A sequência foi muito pesada, mas o grupo deu uma resposta muito positiva. Preciso exaltar o quanto o grupo tem se esforçado", ressaltou. Na semifinal, o Grêmio terá pela frente o Brasil de Pelotas, na quarta, em casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.