Jardel da Costa
Jardel da Costa

Enderson exalta santistas e comemora entrega do elenco

Treinador minimizou empate e gostou da atuação contra a Chapecoense

Fernando Faro, O Estado de S. Paulo

26 de outubro de 2014 | 07h00

O gol sofrido nos acréscimos que deu o empate à Chapecoense não foi capaz de deixar Enderson Moreira insatisfeito. Ao analisar a partida, o treinador afirmou que o time se comportou bem na partida e preferiu exaltar o goleiro adversário, que fez boas intervenções.

"Mais do que lamentar, temos que valorizar o ponto. Nós tivemos pouco tempo para treinar e jogar aqui é sempre muito difícil. Marcamos bem, criamos chance de gol. Já temos jogo na quarta, e eu gostaria de enaltecer o trabalho da equipe", afirmou o técnico.

As palavras de Enderson encontraram eco também no elenco. Para os jogadores, a falta de entrosamento da equipe por causa das inúmeras ausências acabou sendo determinante para que o resultado não fosse diferente.

"Infelizmente tomamos o gol no fim. Para um time que nunca treinou ou jogou junto, acho que está de bom tamanho. Nosso elenco é muito forte, como mostrou hoje. Os que entraram jogaram muito bem e quase conseguiram a vitória", endossou Gabriel.

O Santos volta a campo nesta quarta-feira, contra o Cruzeiro, às 22 horas no Mineirão. A partida marca o início da semifinal da Copa do Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCEnderson Moreira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.