Lucas Uebel/Divulgação
Lucas Uebel/Divulgação

Enderson Moreira elogia Grêmio e agradece apoio da torcida

Apoio da torcida se soma ao bom desempenho da defesa, na avaliação do técnico

Agência Estado

26 de fevereiro de 2014 | 09h12

PORTO ALEGRE - Nem o tempo chuvoso e nem o horário da partida - 22h de uma terça-feira - favoreciam os torcedores do Grêmio. Mesmo assim, eles compareceram em peso para assistir à vitória da equipe gaúcha sobre o Atlético Nacional, por 3 a 0, pela fase de grupos da Copa Libertadores. A Arena Grêmio contabilizou 33.640 pagantes.

Foi por essa razão que Enderson Moreira não poupou palavras para agradecer o apoio dos torcedores. "Primeiro, tenho que agradecer ao torcedor que compareceu. Chovendo, final do mês, jogo às 22h de uma terça-feira e o apoio fantástico e determinante para a nossa vitória", disse o treinador.

O apoio da torcida se somou ao bom desempenho da defesa, na avaliação de Moreira. "Acho que nos defendemos muito bem e continuamos criando boas oportunidades. Fizemos três e perdemos boas chances de fazer um placar até melhor. O adversário tem muita qualidade, mas mesmo assim conseguimos filtrar bem os ataques adversários e foi um grande resultado", comemorou.

Com a vitória, o time manteve o 100% de aproveitamento e manteve a liderança do Grupo 6, com seis pontos. Apesar desta vantagem logo na segunda rodada, Enderson Moreira prega cautela neste grupo, que tem ainda o Nacional e o Newell''s Old Boys.

"É um grupo bem aberto. São quatro equipes muito qualificadas. São equipes que procuram jogar futebol e o resultado o tempo todo. Independente de ser fora ou dentro de casa, os times procuram controlar o jogo. Tudo está muito em aberto. Não tem nada conquistado e precisamos continuar com a mesma dedicação, empenho e humildade para podermos conquistar a classificação", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.