Enderson Moreira minimiza discussão com Rildo no Santos

Para treinador da equipe, cobrança é feita em cima de qualquer atleta e atacante estava afastado apenas por problemas físicos

Sanches Filho, O Estado de S. Paulo

17 Setembro 2014 | 15h06

O técnico Enderson Moreira minimizou nesta quarta-feira o desentendimento que teve com o atacante Rildo no vestiário da Vila Belmiro após a vitória sobre o Coritiba, no sábado passado, em rodada do Brasileirão. O desentendimento foi confirmado pelo empresário do jogador, José Galante.

Depois da discussão, Rildo ficou fora das atividades de segunda e terça-feira e treinou em separado nesta quarta. "Não teve problema, o Rildo está fazendo um trabalho especial, foi requisitado para fazer trabalho físico. Está super tranquilo, vamos ver se viaja ou não", afirmou o treinador.

Rildo, por sua vez, evitou polêmica e confirmou que é dúvida para o jogo contra o Grêmio, nesta quinta, em Porto Alegre, por conta de um problema físico. Ele reclama de dores no tornozelo direito.

" SRC="/CMS/ICONS/MM.PNG" STYLE="FLOAT: LEFT; MARGIN: 10PX 10PX 10PX 0PX;

Questionado nesta quarta sobre o assunto, Enderson disse apenas que houve "cobranças em cima de alguns atletas". "O que há é sempre cobranças em cima de alguns atletas. O Rildo é um, Robinho é outro, Gabriel, Leandro Damião. O jogador, às vezes, fica mais chateado com uma ou outra situação, mas nada que ultrapasse isso", afirmou.

"Já tive conversa com outros atletas, estamos buscando sempre o melhor, nunca teve problema e não vai ser agora. Se tivesse, é algo normal de jogo, mas confiamos muito, sabemos da capacidade, da qualidade, que será muito importante", disse, referindo-se ao atacante, que entrou no segundo tempo da partida contra o Coritiba.

Mais conteúdo sobre:
futebolSantos FCRildo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.