Endividado, Portsmouth é proibido de contratar jogadores

O Portsmouth, último colocado do Campeonato Inglês, não poderá contar com reforços para melhorar sua campanha na competição. Nesta quarta-feira, a Associação Inglesa de Futebol (FA) anunciou que o clube está proibido de contratar jogadores até que pague suas dívidas com outras equipes.

AE-AP, Agencia Estado

28 de outubro de 2009 | 10h15

Antes do início da temporada europeia, em julho, o Portsmouth já havia corrido o risco de sofrer a mesma punição. Mas, na época, conseguiu livrar-se sob alegação de que o bilionário árabe Sulaiman Al-Fahim - que havia comprado o clube - poderia sanar o problema financeiro.

No entanto, Al-Fahim ficou apenas seis semanas à frente do Portsmouth, que depois foi vendido para o magnata saudita Ali Al-Faraj. O novo comprador garantiu ter liquidado as dívidas do clube, mas nesta quarta-feira a FA afirmou que os débitos persistem e, por isso, impôs a punição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.