Endo alerta para Kashima evitar jogo físico contra o Atlético Nacional em semi

Kashima Antlers enfrenta o Atlético Nacional nesta quarta-feira, às 8h30

Estadão Conteúdo

13 de dezembro de 2016 | 17h42

Campeão japonês e representante do país-sede do Mundial de Clubes da Fifa, o Kashima Antlers enfrenta o Atlético Nacional nesta quarta-feira, às 8h30 (de Brasília), em Osaka, na primeira semifinal desta edição da competição. Depois de vitórias sobre Auckland City (2 a 1) e Mamelodi Sundowns (2 a 0), o time da casa ganhou o direito de lutar por uma vaga na decisão e agora tenta desbancar o favoritismo do time colombiano, atual campeão da Copa Libertadores.

Para isso, o meia Yasushi Endo, autor do primeiro gol da vitória sobre o Mamelodi Sundowns, campeão africano, alertou a sua equipe para evitar o jogo físico com o Atlético Nacional, cujos jogadores em sua grande maioria são de maior estatura e mais fortes do que os japoneses.

"Creio que todos os seus jogadores são altos, assim não servirá de nada tentar ganhar deles na disputa física. Temos que manter nosso jogo no chão, fazer passes entre as linhas da defesa adversária, conservar a posse de bola e trabalhar como time. Se fizermos tudo isso, acho que poderemos superá-los e marcar gols, como fizemos contra o Sundowns", afirmou o jogador, em entrevista ao site oficial da Fifa, publicada nesta terça-feira.

Endo ainda destacou que os times sul-americanos contam geralmente com jogadores "muito habilidosos", assim como vê a equipe do Atlético Nacional como "muito veloz" e com tramas "rapidíssimas" nas trocas de passes. "Isso poderá lhes dar oportunidades de gol. Devemos ter isso em conta, mas se conseguirmos transformar as chances que tivermos em gols haverá uma possibilidade de ganharmos", aposta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.