Enfim, Edílson consegue seu espaço

Luiz Felipe Scolari rendeu-se ao óbvio: Edílson não pode ficar fora da seleção brasileira. Em que pese o passado polêmico do ex-jogador de Palmeiras e Corinthians, seu jeito debochado, suas atitudes impensadas, seu riso de escárnio diante de um crítico ou de seu desafeto Wanderley Luxemburgo, Edílson tem vaga entre os melhores do Brasil. Leia mais no Estadão

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.