Enfim, Elano vai jogar na Seleção

Quarta-feira será o grande dia para Elano. Depois de muita espera, finalmente ele vai vestir pela primeira vez a camisa amarela. "É um momento importante na minha carreira, mas estou tranqüilo e pronto para render bem." Ele faz parte dos planos do técnico Ricardo Gomes há um ano, mas por várias circunstâncias ainda não pôde jogar. Em janeiro do ano passado, quando a Seleção Sub-23 foi disputar um torneio no Catar, os jogadores do Santos não puderam ser chamados porque estavam de férias e em breve começaria a Libertadores. Na Copa Ouro, o técnico não pôde chamar todos os jogadores do Santos com os quais gostaria de contar para não desfalcar muito a equipe no Brasileiro e por isso teve de deixar Elano fora do grupo. Vieram os amistosos contra Corinthians e Santos e ele estava chamado, mas foi desligado do grupo para se incorporar à Seleção principal para os jogos das Eliminatórias contra Peru e Uruguai - não foi aproveitado nessas partidas, como também não havia sido contra Colômbia e Equador nas duas primeiras rodadas. Elano tem 22 anos e nunca foi convocado para as equipes de base. "Não joguei na Sub-17 nem na Sub-20. Minha primeira convocação foi logo para a principal, quando o Kléberson se machucou antes dos dois primeiros jogos das Eliminatórias. Fiquei um pouco inibido quando cheguei lá, no meio de todas aquelas feras. Mas me entrosei logo e agora me sinto tão à vontade lá quanto estou me sentindo aqui no meio da molecada." Entre os jogadores da Sub-23, ele é chamado de ´Reginaldo Rossi´ por causa de seus cabelos encaracolados. Agora que chegou a hora de jogar, ele quer aproveitar a chance para ganhar pontos tanto com Ricardo Gomes quanto com Carlos Alberto Parreira. "O primeiro objetivo é conseguir a classificação para a Olimpíada. Depois, é me manter no grupo da Sub-23 e voltar a ser lembrado pelo Parreira para os jogos das Eliminatórias. Sempre que possível, quero estar nas duas seleções." Além de ser titular no meio-de-campo, Elano também é a primeira opção de Ricardo Gomes para substituir o lateral-direito Maicon se for preciso. Jogar nessa posição não é mistério para ele, porque já foi utilizado várias vezes na lateral por Leão. Nos treinos de cruzamentos, ele sempre se reveza com Maicon nos lances pelo lado direito.

Agencia Estado,

05 de janeiro de 2004 | 15h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.