Enquete em jornal argentino vê racismo

A prisão do jogador argentino Leandro Desábato é destaque nos sites dos principais jornais argentinos e também nas agências internacionais. O argentino La Nacion noticia o caso na primeira página e faz uma enquete na qual 53,95% dos 582 internautas que se manifestaram até às 13h do Brasil consideram racismo a atitude de zagueiro do Quilmes.O jornal reproduz declarações de Desábato, de que "insultar é uma coisa comum na Argentina", e a afirmação do vice-presidente da equipe, José Luis Meizner, segundo a qual o Brasil quer competir com a Europa na luta contra o racismo no futebol. O Clarin noticia a prisão na capa do site, com a foto do momento em que Desábato é comunicado da prisão pelo delegado.As reportagens destacam a afirmação do cônsul argentino, Norberto Vidal, de que a lei é muito dura no Brasil, e a acusação do técnico Gustavo Alfaro, de que a prisão é uma farsa. Ele diz ainda que a delegação argentina foi agredida no estádio do Morumbi, mas que não fará denúncias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.