Entenda como a CBF define a escala de arbitragem

Vídeo do sorteio de cada rodada é publicado no site da entidade

O Estado de S. Paulo

03 de setembro de 2015 | 15h40

Mais uma rodada do Campeonato Brasileiro é disputada e novamente as coletivas pós-jogo tratam de apenas um assunto: a arbitragem. Os erros são tantos que alguns até especulam que o torneio já estaria arranjado para um clube. 

As vozes mais fortes desta 22º rodada foram do presidente do Atlético-MG, Daniel Nepomuceno, e seu antecessor, Alexandre Kalil, no Independência. Na Arena Corinthians, Peter Siemsen, mandatário do Fluminense, e Mário Bittencourt, vice de futebol tricolor, reforçaram as manifestações. 

 

Mesmo com tantas reclamações recentes, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) pouco se manifestou desde o início do Brasileirão sobre o assunto. Assim como faz em todas as rodadas, a entidade publicou nesta quinta-feira o sorteio dos árbitros para as próximas partidas das Séries A, B e C. Sérgio Corrêa, presidente da Comissão de Arbitragem há dez anos, aparece ao lado do ex-juiz Alício Pena Junior, hoje membro do departamento, definindo quem apitará no próximo final de semana. 

 


Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.