Mauro Pimentel / AFP
Mauro Pimentel / AFP

Entenda como está o caso em que Neymar é acusado de estupro por Najila Trindade

Atacante da seleção brasileira e do PSG é suspeito de ter violentado uma jovem em Paris no dia 15 de maio

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

06 de junho de 2019 | 14h42
Atualizado 13 de junho de 2019 | 11h38

Poucos dias antes de começar a disputa da Copa América, uma bomba atingiu a vida de Neymar e, consequentemente, a seleção brasileira que se prepara para o torneio. O atacante está sendo acusado de estupro por uma mulher. O suposto crime aconteceu em Paris, no mês passado. O Estado reúne as principais notícias do assunto, para que você possa entender melhor tudo que aconteceu e qual é a situação de momento do caso, de acordo com as novas informações que vão surgindo e sendo apuradas.

Esportivamente, Neymar se machucou na partida contra o Catar, quarta-feira, em Brasília, e foi cortado da seleção que vai disputar a Copa América.

CAPÍTULO 1: Mulher acusa Neymar de estupro

No sábado, dia 1º de junho, foi noticiado que uma mulher, que não teve a identidade revelada, fez um B.O em São Paulo contra Neymar o acusando de tê-la estuprado no dia 15 de maio, em Paris, depois deles se conhecerem pelo Instagram e o jogador pagar a viagem para ela ir até a capital francesa para encontrá-lo. O caso, rapidamente, virou notícia em todo o mundo.

CAPÍTULO 2: Pai do jogador diz que Neymar é vítima de extorsão

Neymar pai contou que seu filho estava sendo vítima de uma extorsão e que a mulher que o acusa teria pedido dinheiro para não  denuncia-lo, embora tenha havido, segundo ele, uma relação sexual com consentimento.

CAPÍTULO 3: Neymar divulga troca de mensagens como defesa

No fim da noite de sábado, Neymar decidiu se manifestar em sua página no Instagram e como forma de provar sua inocência, decidiu divulgar trechos da conversa que teve com a mulher que o acusa de estupro. Entre as conversas, ele divulgou também algumas das fotos íntimas que ela o enviou. O pai do jogador saiu em defesa do filho e da divulgação das fotos. Nesta segunda-feira, o Instagram decidiu remover o vídeo, por violar as regras da rede social. Dias depois, Neymar disse que seus assessores foram responsáveis pelo conteúdo do vídeo. 

CAPÍTULO 4: Polícia Civil vai à Granja Comary atrás de Neymar

No domingo, a Polícia Civil foi até a Granja Comary, local de treinamento da seleção brasileira, para saber quando Neymar iria se apresentar. E nesta segunda-feira, a polícia voltou ao local.

CAPÍTULO 5: Neymar treina com a seleção, recebe apoio e é blindado

Neymar se apresentou na seleção brasileira, apareceu para treinar com o semblante fechado e os jogadores fizeram questão de sair em defesa do companheiro de time. O jogador também foi blindado pela CBF e não deu entrevistas por enquanto. A entidade decidiu oferecer uma assessoria jurídica para o jogador. 

CAPÍTULO 6: Tite fala sobre o caso

O técnico Tite deu entrevista coletiva nesta segunda-feira e o assunto da entrevista foi Neymar. O treinador da seleção brasileira decidiu se esquivar sobre o assunto e disse: "Não posso julgá-lo". Já o editor de Esportes do Estado, Robson Morelli, deixa claro que o ideal seria que o atacante fosse cortado da seleção. O jogador se junta uma lista de outros atletas que também já estiveram envolvidos em casos de estupro.

CAPÍTULO 7: Neymar é intimado a depor

A delegacia de crimes virtuais intimidou o atacante Neymar a depor na próxima sexta-feira, dia 7 de junho, para explicar sobre a postagem das conversas que teve com a mulher que o acusa de estupro. O advogado do jogador, Davi Tangerino, afirmou que ele irá se apresentar à polícia de forma espontânea, mas não definiu uma data. 

CAPÍTULO 8:  Ex-advogado de acusadora diz que ela relatou agressão, não estupro

O escritório de advocacia Fernandes e Abreu Advogados, contratado pela mulher que acusa o jogador Neymar de estupro, rescindiu o contrato com a cliente. A alegação é de que ela havia relatado agressão, sem mencionar estupro, no primeiro relato.

CAPÍTULO 9: Patrocinadores de Neymar mostram preocupação com imagem

Três das principais patrocinadoras do atacante olham com atenção o caso e já se preparam para evitar que a imagem das empresas fiquem manchadas com o caso. Enquanto isso, advogados ouvidos pelo Estado garantem que tarja no vídeo vazado devem livrar Neymar de crime digital.

CAPÍTULO 10: Mãe e irmã de Neymar defendem atacante

Nadine Gonçalves e Rafaela Santos, mãe e irmã de Neymar, respectivamente, defenderam o astro do Paris Saint-Germain e da seleção brasileira através de publicações nas redes sociais. Na manhã desta terça-feira, Nadine postou uma foto onde aparece ao lado dos filhos e orienta o atacante a usar esse momento para focar no futebol. Já Rafaela publicou um vídeo no Stories do Instagram para comentar o caso na noite de. Ela e Neymar têm uma relação muito próxima. O atleta, inclusive, possui uma tatuagem do rosto da irmã no braço. "Nunca vou entender uma pessoa fazer isso, uma pessoa acusar a outra dessa forma. É um assunto muito sério, que muitas mulheres lutam por isso e o por que ela fez isso eu nunca vou saber", disse.

CAPÍTULO 11. Presidente da CBF descarta corte e diz ter 'confiança' em Neymar

O presidente da CBF, Rogério Caboclo, descartou nesta terça-feira a possibilidade de Neymar ser cortado do grupo da seleção brasileira que vai disputar a Copa América no País a partir de 14 de junho. O dirigente ainda declarou que tem total confiança no jogador do Paris Saint-Germain e na sua defesa neste caso. "Não há expectativa alguma de que o Neymar não esteja na seleção. Estamos acompanhando atentamente com total confiança no Neymar", afirmou o dirigente, em entrevista ao SporTV em Paris, onde está para participar do Congresso da Fifa.

CAPÍTULO 12. Real Madrid desiste de contratar Neymar após escândalo

Além de patrocinadores demonstrarem preocupação com o caso, a carreira de Neymar também começa a ser atingida. De acordo com o jornal AS, da Espanha, o Real Madrid desistiu da contratação do brasileiro após a divulgação do caso. Antes, o time merengue chegou até a se reunir com o empresário do atleta para abrir negociações. 

CAPÍTULO 13. Advogados de Neymar relatam tentativa de extorsão e acionam Polícia

Advogados do atacante, Davi Tangerino e Salo de Carvalho rebateram em nota oficial as informações apresentadas à imprensa por José Edgard Cunha Bueno, advogado de acusação. No texto, os representantes do jogador reafirmaram que houve tentativa de extorsão por parte de Bueno em troca do silêncio sobre o incidente.

CAPÍTULO 14. Pai de Neymar diz que filho se defendeu de garrafada

Em entrevista ao programa Cidade Alerta, da TV Record, Neymar pai afirmou que a possível agressão ocorrida em um quarto de hotel em Paris foi, na verdade, um ato para o jogador se defender e evitar ser atingido por uma garrafa de vinho. 

CAPÍTULO 15. Mulher que acusa Neymar dá entrevista

Najila Trindade Mendes Souza, suposta vítima de estupro, confirmou sua versão em entrevista ao SBT. Questionada se havia sofrido estupro ou se a relação tinha sido consentida, a modelo de 26 anos confirmou a acusação que a levou a registrar um Boletim de Ocorrência na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher. "Fui vítima de estupro", afirmou. Perguntada se havia sido estupro ou apenas uma agressão, ela confirmou: "Agressão juntamente com estupro". Nágila confirmou durante a entrevista que tem dívidas acumuladas tanto no aluguel como no pagamento de uma escola, mas negou que as pendências tenham ligação com o problema envolvendo Neymar.

CAPÍTULO 16. Neymar se machuca e é cortado

Durante amistoso com o Catar, Neymar sofre lesão no tornozelo direito. A CBF comunica depois da partida que o jogador não terá condições de se recuperar a tempo da Copa América. O atacante, portanto, estará livre dos compromisssos com a equipe e poderá se dedicar exclusivamente à resolução do caso. Logo depois, o jogador publicou no Instagram uma imagem do inchaço no local.

CAPÍTULO 17. Najila sugere que Neymar estivesse drogado 

Najila Trindade, modelo que acusa Neymar de estupro, enviou um áudio para o jogador, através de Whatsapp, em que, dentre outras coisas, sugere que o jogador estivesse drogado no momento em que eles se encontraram. No mesmo diálogo, a modelo enviou ao atacante que estava desapontada e o repreendeu por ter sido agressivo com ela.Depois, foi divulgado um outro trecho da conversa em que ela diz para o jogador que ele sabe o que ele fez e Neymar afirma que ela pediu para "bater mais".

CAPÍTULO 18. Laudo aponta lesão no dedo da mão

O exame de corpo de delito feito pela modelo Najila Trindade ao registrar boletim de ocorrência por estupro do atacante Neymar, protocolado no dia 31 de maio, detectou apenas um ferimento em um dedo da mão de Najila. De acordo com o documento, não existem lesões nas partes íntimas. 

CAPÍTULO 19. Polícia cogita acareação entre Neymar e modelo que o acusa de estupro

Com o intuito de tentar esclarecer os fatos, a Polícia cogita a possibilidade de fazer uma acareação entre o atacante Najila Trindade, modelo que acusa o jogador de estupro. A modelo prestou depoimento na sexta-feira, dia 7, e passou mal durante a ação, tanto que precisou deixar a delegacia e ir direto para um hospital. Antes, ela deu detalhes do caso e confirmou que tinha um outro vídeo em que confirmava as agressões de Neymar, mas ela alega que as imagens estavam em um tablet que foi furtado da casa dela. 

CAPÍTULO 20. Ex-advogado diz ter sido ameçado pelo pai de Neymar

O ex-advogado de Najila Trindade, José Edgard Bueno, disse em conversa com a modelo por WhatsApp que estava sendo ameaçado pelo pai de Neymar. A TV Record revelou a longa troca de mensagens entre os dois. A conversa começa com o momento em que a modelo revela a suposta agressão do jogador, passando pela estratégia de defesa até o quando o advogado reclama de ter sido ofendido por Najila. Para demonstrar que estava tentando ajudá-la, ele diz: "Estou nesse minuto montando uma carta aberta à mídia em nosso nome e em sua defesa. Pois estamos sendo ameaçados pelo pai do NJ (Neymar Junior)", escreveu.

CAPÍTULO 21. Outro advogado de Najila desiste do caso

A modelo Najila Trindade ficou mais uma vez sem advogado. Danilo Garcia de Andrade, que vinha trabalhando no caso que envolve o atacante Neymar, anunciou que não vai mais representar a mulher que acusa o jogador de futebol de tê-la estuprado. "Confirmo, não sou mais advogado dela", afirmou ao Estado. O representante desistiu após a cliente não apresentar à Polícia o vídeo com as provas do crime

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.