Divulgação
Divulgação

Entre apagão e brigas, Inter derrota o Juventude por 2 a 1 pelo Estadual

Partida em Novo Hamburgo ficou 40 minutos sem luz e teve duas expulsões

Agência Estado

18 de fevereiro de 2014 | 23h44

NOVO HAMBURGO - O Internacional manteve, nesta terça-feira, a sua campanha invicta na temporada. Jogando em Novo Hamburgo como mandante, venceu o Juventude por 2 a 1 num jogo marcado pela queda de energia elétrica que cortou a energia do Estádio do Vale e por uma confusão no primeiro tempo que culminou com a expulsão de um jogador de cada lado.

Com seu time titular, mas desfalcado de Juan, Alex e Jorge Henrique, o Internacional foi quem causou a primeira confusão. Rafael Moura fez falta dura em Diogo e, quando este estava caído, foi chutado por Alan Patrik. Apesar do empurra-empurra que durou um minuto, ninguém recebeu nem cartão amarelo.

A luz caiu aos 19 minutos de jogo e levou cerca de 40 para ser religada. Quando o jogo foi retomado, aos 32 minutos, Rafael Moura recebeu de Otávio e abriu o placar. No início da jogada, porém, já havia rolado agressão de um jogador do Inter a um do Juventude.

Aos 36, a briga principal. Diogo fez falta em Fabrício e pisou na mão do jogador, que levantou e foi para cima. Os dois trocaram empurrões, com o jogador colorado transtornado. Ambos acabaram expulsos.

Logo no começo do segundo tempo, Aránguiz bateu falta com perfeição, no ângulo, e fez 2 a 0. O Juventude, por sua vez, só conseguiu descontar aos 36 minutos, com Zulu, após cobrança de escanteio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.