ENTREVISTA-Espanha merece ser favorita na Copa, diz Del Bosque

A Espanha é corretamente considerada uma das favoritas para vencer a Copa do Mundo deste ano, disse o técnico Vicente del Bosque, acrescentando que a Inglaterra também estará forte na disputa pelo título na África do Sul.

IAIN ROGERS, REUTERS

26 Fevereiro 2010 | 17h20

"Como campeões da Europa, as pessoas estão certas por nos ver como um dos favoritos, mas há outras forças no mundo do futebol", disse Del Bosque à Reuters em entrevista nesta sexta-feira.

"Nas Américas, Brasil e Argentina (são outros favoritos). Na Europa, principalmente a Inglaterra, mas França, Itália e Alemanha também estão bem."

Del Bosque, que concedeu a entrevista após convocar os jogadores para o amistoso de quarta-feira da Espanha contra a França, em Paris, disse que alguns times africanos também são fortes.

"Talvez eles não estejam prontos para vencer a Copa do Mundo, mas são adversários difíceis para qualquer um", disse o treinador de 59 anos.

Contrariando as preocupações internacionais sobre o sucesso da organização da Copa pela primeira vez no continente africano, Del Bosque disse que está confiante no bom andamento do torneio. Ele acrescentou que não está preocupado com a segurança.

"Não estou preocupado", disse. "Eles fizeram grandes avanços, tanto econômica como socialmente, e vão fazer todos os esforços para garantir que tudo corra bem."

Del Bosque chamou de volta para a seleção o atacante Fernando Torres, que desfalcou a Espanha nos amistosos contra Argentina e Áustria, em novembro, devido a uma contusão.

"Ele está recuperado da contusão e deixou uma boa impressão", disse o treinador. "Agora devemos ter cuidado para não exigir demais dele e garantir que ele tenha o tempo necessário em campo para que seu retorno seja o máximo possível positivo."

FATOR FÍSICO

Um dos principais pontos de preocupação para os treinadores antes da Copa do Mundo é o grande número de jogos dos clubes europeus, o que pode deixar os atletas cansados demais ou até lesionados, segundo Del Bosque.

"Claro que podemos ter alguns problemas físicos", disse. "Sabemos que o fator físico é extremamente importante numa Copa do Mundo. É por isso que devemos focar a recuperação física e mental quando a temporada terminar."

Del Bosque assumiu a seleção da Espanha no lugar de Luis Aragones após a vitória da Espanha na Euro 2008, e disse que pretende permanecer no cargo enquanto a federação espanhola tiver confiança em seu trabalho.

Ele disse que vê o treinador do Barcelona, Pep Guardiola, que levou o clube à inédita conquista de seis títulos em 2009, como futuro treinador da Espanha.

"Mas não acho que ele seria o único candidato", acrescentou Del Bosque. "Felizmente na Espanha o sistema de treinamento é muito bem abastecido, e há muitos candidatos que poderiam se tornar técnico da Espanha."

Os espanhois estão no Grupo H da Copa do Mundo, ao lado de Suíça, Chile e Honduras. A estreia deles no Mundial será contra a Suíça, em 16 de junho, em Durban.

Mais conteúdo sobre:
FUTENTREVISTAESPANHOL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.