ENTREVISTA-Figueroa elogia talento do palmeirense Valdivia

O ídolo chileno Elías Figueroa elogiouna terça-feira a qualidade de seu compatriota Jorge Valdivia,que brilha no Palmeiras, e descartou que o meia tente caçoardos rivais com sua habilidade. Valdivia, de 24 anos, tem sido considerado o jogadorchileno mais popular no Brasil após Figueroa, que em suapassagem pelo Internacional na década de 1970 foi eleito emtrês ocasiões consecutivas o melhor jogador da América. Valdivia foi destaque no fim de semana ao anotar o gol davitória de sua equipe no clássico com o Corinthians. "É um grande jogador e vai seguir demostrando isso (...)Ele está jogando no melhor futebol do mundo, está triunfando eacredito que é muito bom para ele e para o país também", disseFigueroa à Reuters. Valdivia, ex-jogador do Colo Colo e que chegou ao Palmeirasem meados de 2006, é dono de uma personalidade e um estilo dejogo que tem gerado críticas de vários adversários, quereprovam sua forma de atuar. Numa de suas jogadascaracterísticas, ele finge que chuta a bola e toca do ladodela, no vazio, enganando o marcador. "Eu considero que passar a bola entre as pernas de umjogador é responsabilidade do jogador que falha na marcação,não é culpa de Valdivia. É sua forma de ser, ele tem uma grandehabilidade", afirmou Figueroa, de 61 anos. "É mais parte do espetáculo e não creio que o faça paracaçoar", completou o também ex-jogador do Peñarol. Valdivia, que está suspenso da seleção chilena por atos deindisciplina na Copa América da Venezuela, comemorou no domingoo gol marcado contra o Corinthians simulando um choro, o queirritou os rivais. O chileno justificou sua forma de celebrar afirmando queadversários disseram que ele era "chorão". Figueroa disse ainda que é difícil comparar seu êxito nofutebol brasileiro com o de Valdivia, pois ocupam posiçõesdistintas: o craque da década de 1970 foi defensor, enquanto ojovem palmeirense atua no meio-campo. Dentre os vários títulos que Figueroa conquistou,destaca-se o campeonato brasileiro de 1975 com o Internacional,com um gol seu, até hoje conhecido como "Gol Iluminado". Entre seus últimos reconhecimentos internacionais, Figueroaapareceu em 2007 na equipe de todos os tempos publicada pelaConmebol, junto a figuras como Pelé e Diego Maradona.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.