Entrosamento do ataque fortalece Palmeiras

A amizade que une Edmílson e Vágner Love dentro e fora de campo, desde 2001, voltou a dar frutos neste fim de semana. Destaque da vitória do Palmeiras por 6 a 1 sobre o Avaí, no sábado à noite, quando marcou três gols, Edmílson deixou claro que o companheiro, artilheiro da equipe na Série B com 13 gols, tem sido uma peça-chave no esquema do técnico Jair Picerni.No sábado, Vágner Love não marcou, mas participou diretamente das jogadas de pelo menos dois gols. "Vágner é excepcional. Mesmo quando não faz gols, está presente nos momentos mais importantes. Tem uma capacidade incrível de ajudar a equipe", elogiou Edmílson. A equipe volta a treinar apenas na terça-feira, mas a comissão técnica planeja uma pré-temporada antes de a segunda fase ter início. "Pretendo levar o grupo para fora de São Paulo por uns cinco ou seis dias. A concentração terá que ser total. Não quero ninguém comemorando antes da hora", avisou Jair Picerni.Dever cumprido - Além da goleada sobre o Avaí, Jair Picerni comemorou muito a eficiência dos jogadores pendurados para forçar o terceiro cartão amarelo. Dos que estiveram em campo no estádio da Ressacada, apenas Vágner Love não foi advertido. Elson, Daniel, Baiano e Lúcio forçaram o cartão e entrarão ?limpos? para a reta final da Série B, já que irão cumprir suspensão no jogo de sábado contra o Vila Nova. Além destes, Pedrinho e Adãozinho seguem pendurados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.