Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Entrosamento embala parceria entre Arouca e Gabriel no Palmeiras

Volantes mostram bom relacionamento dentro e fora de campo

DANIEL BATISTA, O Estado de S.Paulo

30 de julho de 2015 | 12h50

Um dos motivos da boa fase do Palmeiras no Campeonato Brasileiro se dá pela clara evolução que o time tem demonstrado na marcação no meio-de-campo. Embora todos os atletas tenham a responsabilidade de ajudar a tirar a bola do adversário, quem mais tem feito isso é a dupla formada por Arouca e Gabriel. O motivo do sucesso se dá pelo entrosamento dentro e fora de campo entre eles.

Arouca, o mais experiente da dupla, é só elogios ao companheiro. "Garoto especial e que tem um potencial enorme. A gente se entrosou muito rápido, não só dentro, como fora de campo. Nossas esposas se dão bem e isso tem nos ajudado bastante. A gente espera sempre estar evoluindo. Ele ajuda muito, porque além de ser bom de marcação, ele é técnico e ajuda muito na saída de bola", analisou o volante.

Algo que tem chamado a atenção é o fato deles intercalarem funções. Teoricamente, Gabriel é o primeiro volante e Arouca o segundo, que sai mais para o jogo. Entretanto, diversas vezes eles mudam de posicionamento durante os jogos. "Quando o adversário marca a saída de bola ele ajuda bastante. A gente conversa e ele consegue ter maior liberdade para chegar ao ataque. E não tem essa de eu ser mais experiente. Ele me cobra quando é preciso", explicou Arouca.

A união entre os dois extrapola os gramados. A mulher de Arouca é amiga da namorada de Gabriel e constantemente os casais saem juntos. A relação faz com que a confiança entre eles seja grande e quem acaba ganhando com isso é o Palmeiras. "Temos um grupo muito unido, que brinca quando pode brincar, mas todos são responsáveis. Esse entrosamento tem sido levado para dentro de campo", disse o volante.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasAroucaGabriel

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.